19/05/2017

RESENHA #32 - ”SURPREENDENTE” (LITERATURA NACIONAL) - MAURÍCIO GOMYDE

LIVRO:”SURPREENDENTE” (LITERATURA NACIONAL)
AUTOR:MAURÍCIO GOMYDE
EDITORA:INTRÍNSECA
PÁGINAS –270
1ª  EDIÇÃO 2015
 CATEGORIA: LITERATURA BRASILEIRA
 ASSUNTO: ROMANCE
 ISBN: - 978-85-8057-808-9


CITAÇÃO:

”-Já nasci perdendo, então qualquer pequena vitória em meio às derrotas é lucro” (pág. 34)

”-Vocês, físicos nucleares, são práticos demais! E qual a graça de fazer assim? O bom da vida está justamente nas buscas que a gente empreende ao longo dela. Afinal de contas, a própria vida PE uma busca”. (pág. 90)


ANÁLISE TÉCNICA:


-CAPA-

Toda azul com letras brancas e olho turco.
Certeza que tem muito haver com o conteúdo do livro.
Feita por Danilo Sansão/Contágio Criação.

NOTA: 4,50 DE 5,OO



-DIAGRAMAÇÃO:

As folhas são amareladas com letras pretas medianas que facilitam bem a leitura.
Conteúdo: dividido em cinco partes com folhas azuis e pensamentos em letras brancas; são 51 capítulos numerados com letras grandes e azuis; e, agradecimentos.

A diagramação está perfeita, letras grande e algumas páginas coloridas, enfatizando o olho turco.

Feita por Ô de casa.

Projeto gráfico: Daniel Sansão/Contágio Criação.

Foto do autor: Leo Aversa.

NOTA: 5,00 DE 5,00


- ESCRITA:

Bem atual, com diálogos criativos, fluida, troca de emails, sem erros de revisão e entendimento correto.
Revisão: Eduardo Carneiro e Vania Santiago.

NOTA: 5,00 DE 5,00

CITAÇÃO:

“-Diretor, esta é a nossa chance! – Mayla exclamou. _ Você não anda dizendo que as chances na vida são raras? Quando uma aparece, meu querido, a gente tem de agarrar com força e não soltar de jeito nenhum.” (pág. 177)

“-Porque somos seus amigos. E se uma pessoa passar toda a existência sem fazer algo realmente excepcional por um amigo, a vida não terá valido a pena...” (pág. 184)



SINOPSE:

Aos 25 anos, recém-formado, Pedro está convencido de que é um sujeito muito especial, que tem a missão de usar o cinema como instrumento para melhorar o mundo. Diagnosticado na adolescência com uma doença degenerativa que o condenaria à cegueira, ele contraria a lógica da medicina quando a perda de sua visão estaciona de forma inexplicável. Enquanto comanda o último cineclube de São Paulo e trabalha em uma videolocadora da periferia, Pedro planeja seu próximo filme, a obra que vai consagrá-lo. E, para animar as coisas, conhece a intrigante Cristal, uma ruivinha decidida, garçonete e estudante de física nuclear, que mexe com seu coração.
A perspectiva idealista de Pedro, porém, sofre sérios abalos. Atormentado por um segredo, ele parte com os amigos Fit, Mayla e Cristal numa longa viagem até Pirenópolis, em Goiás, a bordo de um Opala envenenado. Com câmeras nas mãos e espírito de aventura, a equipe técnica improvisada está disposta a usar toda a sua criatividade na filmagem feita na estrada ao sabor de encontros inesperados e de sentimentos imprevisíveis. E o jovem cineasta descobre que, quando o destino foge do script, nada supera o apoio de grandes amigos.

CITAÇÃO:

“Quando você me disse, um dia, que cada pessoa deve ser instrumento de alguma missão, achei que falava a sério. Mas se alguém fala isso com tanta vontade e logo desiste, perco completamente a fé que já quase não tenho. Por isso não acredito em quase nada do que o ser humano fala.” (pág. 221)

“No cinema tudo é possível, e o improvável, como os milagres que as pessoas passam a vida pedindo e quase nunca alcançam, depende apenas das decisões tomadas pelo roteirista. Mas a vida das pessoas reais não é cinema, e tampouco teria de ser diferente co a vida de alguém que dedicou cada um de seus melhores momentos a transformá-la em um belo filme.” (pág. 234)


RESUMO SINÓPTICO:

Pedro é um jovem de classe média e que acabou de se forma em cinema. É um eterno apaixonado por filmes e suas histórias. Na adolescência foi diagnosticado com uma doença degenerativa na visão que em pouco tempo o deixaria totalmente cego, entretanto, por algum motivo inexplicável, a doença estaciona em 70% da visão, um grande milagre, dito pelos médicos.

Ele dirige o último Cineclube de SP e trabalha em uma vídeo locadora na periferia, local que sua mãe não aceita de forma alguma, diz que lá não é lugar para ele, porém, em seu coração, gosta de incentivar as pessoas a assistirem filmes que poderão mudar de alguma forma suas vidas. Os pais após anos de casamento, resolvem se separar, o que é um grande abalo para ele, assim, passa a trabalhar ainda mais para se afastar da solidão que a casa se tornou.
Fit seu amigo inseparável desde a época da faculdade e roteirista, o auxilia no roteiro do próximo filme que Pedro quer fazer para concorrer a uma premiação que o tornará famoso e consagrado em sua arte.

Mayla é a sobrinha da dona do Cineclube e passou a ser sua amiga durante os anos que trabalhou por lá. E conhece Cristal...uma cientista na área da física que trabalha para ajudar a pagar seus estudos. Logo se interessam um pelo outro.

Pedro leva consigo um olho turco no pescoço, dado pela avó ainda na infância que preconizou que não deveria tirá-lo de forma alguma, pois traria sorte e quando ele fosse maior, e sentisse a necessidade de respostas, procurasse a avó para esclarecer alguns fatos de sua vida.

Após dois incidentes marcantes, Pedro faz novos exames e descobre que a doença voltou de forma rápida e avassaladora, resolve então, antes de ficar totalmente sem visão, fazer o filme que tanto deseja, sem roteiro, filmando toda viagem que faz para ir ao encontro de respostas com a avó que mora em Pirinópolis/GO.

Não queria que os amigos descobrissem sobre sua cegueira e resolve viajar só... Os amigos acabam o surpreendendo e vão juntos empreender essa grande aventura ao lado de Pedro, mostrando que amigos tem de estar presentes em todos os momentos.

Assim, a viagem dá início e trará grande repercussão para vida de todos.



ANÁLISE CRÍTICA E DO AUTOR:


Acredito que sou uma das maiores fãs do Maurício. Já tive oportunidade de ler todos os livros dele e a cada nova leitura, aprendo sempre novas lições. E com esse livro não foi diferente...

O livro mostra o quanto é importante as decisões que tomamos, mesmo nos momentos mais difíceis e complicados da vida, quando achamos que tudo está perdido, os amigos estão sempre ao nosso lado, apoiando; a família quer sempre o nosso bem, mostrando amor; e, conseguimos concretizar nossos sonhos, sem nos entregarmos.

Com uma linguagem bem atual, inclusive com o uso da tecnologia nas comunicações entre os protagonistas, personagens muito bem construídos e definidos, e, com um enredo bem criativo e inteligente, onde a arte está envolvida de todas as formas: música, filmes, fotografia, etc; Maurício traz um livro espetacular e que todos devem ler em algum momento.

Acabamos nos envolvendo de forma magnífica na história de vida de Pedro e embarcamos com ele e seus amigos em uma aventura com cenários belíssimos, sentimentos aflorados e o desejo que tudo dará certo ao final...
Posso dizer apenas: SURPREENDENTE!

Leiam!


NOTA : 5,00 DE 5,00




SOBRE O AUTOR:


Nasci em São Paulo, capital. Desde os 3 anos moro em Brasília. Sou brasiliense, é isso! A cidade mais bonita do mundo, sem discussão.


Sou são-paulino, geminiano, escritor e músico (compositor e baterista).

Música

Participei das bandas Cygnus, Anima Verba, Oskara, Superaudio e Birinaite, em todas como baterista e nas duas últimas como compositor.
Meu trabalho de compositor também gerou um trabalho chamado "Nove Canções", com a intérprete Indiana Nomma.

Literatura

Tenho 6  livros lançados: "O Mundo de Vidro", "Ainda não te disse nada", "O Rosto que Precede o Sonho", "Dias Melhores pra Sempre", "A Máquina de Contar Histórias" e "Surpreendente!"




cheirinhos

Rudy



7 comentários:

  1. Oi, tudo bem?
    Tinha curiosidade sobre esse livro, mas agora, depois de ler sua análise sobre o mesmo, fiquei certa de que será uma ótima leitura, bem envolvente e inteligente.
    Dica super anotada, espero ter a oportunidade de conferi em breve.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  2. Vejo tanto esse livro... mas ainda não tive a oportunidade de ler...
    Não sei o pq, mas ele sempre me lembra o livro "Extraordinário".

    ResponderExcluir
  3. Oi Rudy.
    eu adorei a resenha e fica impressionado em saber que esse livro Nacional já que estava na minha lista e nem você sabia achei premissa bem interessante além dos personagens Claro essa capa azul é realmente bonita não vejo a hora de ler.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Eu amo os livros do Maurício Gomyde também, e adorei Surpreendente!, achei o sensacional, surpreendente!
    Emocionante e com uma escrita bem gostosa de ler e acompanhar!
    bjss

    ResponderExcluir
  5. Quando comprei esse livro em uma promoção na bienal em 2016 em São Paulo, demorei um pouquinho com ele na fila antes de ler. Mas assim que abri a primeira página tive uma grata surpresa como o enredo e personagens de cara já me conquistaram. É uma ótima indicação.

    *☆* Atraentemente *☆*

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia esse livro, mas pelo comentarios, fiquei com uma imensa vontade de ler, ainda mais sendo Nacional, precisamos valorizar nossos escritores!!

    ResponderExcluir
  7. Olá Rudy,
    Fiquei tão emocionada ao ler o final da resenha e incrivel como amizade sempre estar ali disposta enfrentar todos os problemas com você mesmo, e uma arte de demostrar amor.

    ResponderExcluir

Adoro ler seus comentários, portanto falem o que pensam sem ofensas e assim que puder, retribuirei a visita e/ou responderei aqui seu comentário.
Obrigada!!
cheirinhos
Rudy